quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Cansada de gente ridícula..

Hoje lendo o blog Mulherão, me deparei com um post falando de um artigo (não chamaria assim, mas não pensei em outro nome) da "chique" Gloria Kalil sobre "Fofinhas x Magrinhas" e não pude deixar de me irritar com o tamanho do preconceito dessa senhora... Fiquei pasma com tanta baboseira escrita, pra não chamar de merda mesmo, que não me contive e tive de mandar um e-mail pro site:

"Gostaria de saber onde está o chique (por favor, use o português) em ser preconceituosa! Seu texto sobre o SPPS foi de extremo mau gosto e mais contraditório impossível!
Primeiro que ser chamada de "fofa" quando se é obesa é a coisa mais ridícula do mundo, e só pessoas com o pensamento preconceituoso como seu considerariam usar esta palavra. Ser gorda não é doença! E muito menos é sinônimo de apenas comer em demasia. Ser gordo não é ser uma anomalia! Não sou uma aberração, não sou doente, sou muito mais saudável que a grande maioria das modelos de passarela das quais você fala com tanto orgulho.
Gostaria de saber qual a fonte da afirmação "O que eu gostaria de lembrar, porém, é que a obesidade hoje em dia é nitidamente um problema muito maior do que a magreza." O maior problema de saúde pública está nas crianças e adolescentes anorexicas! Anorexia e bulimia sim são doenças e matam muito mais do que a obesidade. Comportamentos estes estimulados por artigos como o seu, vazios de conteúdo e cheios de preconceitos.
Quando você se refere ao equilíbrio saudável entre peso e altura e diz que gente não é igual a carro, você está falando uma mentira astronômica! Gente vem em tamanhos diferentes sim! Maiores, menores, mais ou menos gordos. Isto se chama BIOTIPO. Uma característica genética populacional, que caracteriza o povo, suas origens e miscigenação.
O biotipo brasileiro é único, assim como o europeu, o africano, o oriental. Não se pode padronizar relações de peso e medida como se faz com sapatos. O peso que para você é demais, pra mim é o ideal.
Chique é saber conviver com as diferentes belezas, exaltalas ao máximo, valorizar as diferenças e a diversidade. O mundo seria extremamente triste se todos pensasem como você. Foi com essa idéia de padronizar a raça que Hitler começou o extermínio judáico; é essa falta de tolerância com o diferente que provoca guerras pelo mundo. Pensamentos assim deveriam ser BANIDOS do mundo público.
Chique é ser inteligente, expressar sua opinião sem menosprezar o outro, sem criticar gratuitamente um trabalho.
Repense seus conceitos. O mundo está cansado de gente que se acha a última bolacha do pacote, mas não vale nem mesmo a fitinha vermelha que abre a embalagem. Chega de conteúdo vazio e emburrecedor."

Quando esse povo, dito de moda, vai aprender que ser gordo não significa ser doente? Exitem gordos doentes da mesma forma que existem magros doentes... E que essa apologia ao chamado tipo perfeito (que corresponde a menos de 1% da população mundial) está provocando ondas de anorexia e bulimia em adolescentes e em crianças cada vez mais cedo! Já existem relatos de meninas de 8-9 anos anorexicas!
Se a questão toda é saúde, vamos ser realistas e mudar o chamado padrão de beleza de 36 pra 42 (no mínimo). Não é saudável pesar 300Kg, mas é plenamente possível pesar 100kg e ser saudável! Eu sou saudável. sempre fiz exercícios físicos, como muito menos porcarias que muitas meninas magras por aí, como quase a mesma quantidade de que operou o estômago e sou gorda... Sabe porque?
Por causa do maldito Ovário Micropolicistico, que no momento se transformou num mega cisto, maior que meu ovário, que faz com que eu não emagreça nem se passar a alface e água.

As meninas do Mulherão fazem um trabalho excelente de valorização pessoal. Valorização da pessoa e não do seu manequim. Fazem um trabalho lindo, mostrando que você pode ser linda, sexy, feliz e vencedora vestindo tamanho 50, pois o que importa não é isto, o que importa é o que vai dentro de você. Se você não se sentir linda, estiver sempre chorando pelos cantos, vestida igual a um saco de batatas, vai realmente passar desapercebida.
Está na hora de mostrar pro mundo que somos melhores do que eles, somos melhores porque vencemos preconceitos! Está na hora de exigirmos respeito, de ensinarmos às gerações futuras que a diversidade é linda, que sem ela tudo seria muito chato! Que uma pessoa não é boa ou má pela aparência. Já passou da hora de vecermos estas barreiras, muitas vezes impostas por nós mesmos.
Vamos buscar um mundo BEM melhor... vamos ser melhor...

6 comentários:

La disse...

Vc escreveu muito bem,nem tenho o que complementar. Lastimavel foi ler o que ela escreveu e confesso que so li uma parte pq me deu nojo.

Juu disse...

Oiiie vim agradecer pelo seu carinho no meu blog e aproveito para dizer que estou de total acordo com vc sobre o e-mail'
Pelo amor em pleno 2010 pessoas ainda agem com tanto preconceito e se não entendem melhor não postarem neh' Aff'
Adorei seu cantinho flOor'
BjOo

Sandra disse...

Passando para convidar você para participar da primeira promoção do Criando Asas.
Passa lá no blog e participa!
Beijos!

Priscila disse...

Tentei ler o artigo, e nao achei, porem, mesmo sem le-lo sei como eh o conceito dela, e digo q ADOREI seu e-mail e adorei seu blog.
bjs

Luciana Fiel disse...

Menina, sou sua fã! É isso aí, bota a boca no trombone messmoo!Assino em baixo tudo o q vc disse e mais, minha filha tem 5 anos e já fala assim: mãe ñ vou comer isso pq engorda, mãe ñ vou comer aquilo pq estou gorda, detalhe: ela tem o peso correspondente a sua altura e idade. Outro dia fomos tomar sorvete, pedi um sundae p/ mim e disse: filha quer um tbém? Ela respondeu: mãe se eu tomar um desses vou ficar gorda igual a vc! Bjosss

Paula Guima disse...

oi Dani
obrigada! :)
usei verniz vitral pra pintar!
bjoo!